Em datas recentes uma reconstrução da bandeira sueva do reino da Gallaecia teve certo sucesso, no que se refere à sua difusão. A juízo do autor deste trabalho a bandeira que se tem difundido contém erros devidos a uma transcrição parcial e deficiente da fonte. Com base no relatório original, e atendendo a critérios históricos e antropológicos, este artigo propõe uma outra interpretação que recolhe contextualmente tanto os dados descritivos
do documento como uma visão reintegradora no quadro específico da cultura tradicional galaica.

Públicado em AGÁLIA 102

 

Analisam-se os manuscritos astrológicos judaicos da Idade Média, rica fonte para o melhor entendimento da cultura medieval e da história da ciência. Em um primeiro momento, será feita a contextualização da astrologia na Europa cristã, para, em seguida, entender a relação dos judeus da Idade Média com a interpretação das supostas mensagens dos astros. O resultado do interesse pela astrologia será a elaboração de textos variados sobre o tema, muitos deles desconhecidos até o presente. Antes da conclusão, serão examinados três guias astrológicos: o Ms. Laud Or. 282 e Ms. Laud Or. 31 0, ambos da Bodleian Library, e El libro conplido en los iudizios de las estrellas, de Abenragel. Os conhecimentos aqui sistematizados contribuem para o melhor entendimento dos Estudos Judaicos e Medievais, abrindo novas perspectivas de pesquisa para a Crítica Textual, a Filologia Românica e a História, entre outras áreas do saber.

Públicado em AGÁLIA 101

ficha

Agália. Revista de Estudos na Cultura

ISSN: 1130-3557.
Depósito Legal: C-250 - 1985 (versão impressa)
Edita:
Associaçom Galega da Língua (AGAL)
URL:
http://www.agalia.net
endereço-eletrónico: revista
@agalia.net
endereço postal:
R/ Santa Clara nº 21, 15704 Santiago de Compostela (Galiza)
Periodicidade Semestral (números em junho e dezembro)
Diretores: Roberto Samartim e Felisa R. Prado
Indexada nas bases de dados de dialnet e da CAPES